Bolsas de Nova Iorque devem abrir em alta com otimismo sobre acordo EUA-China


s 11h10 (de Braslia), no mercado futuro, Dow Jones subia 0,39%, enquanto S&P 500 avanava 0,37% e Nasdaq tinha alta de 0,60%

SPENCER PLATT/GETTY IMAGES/AFP/JC

Os índices futuros das bolsas de Nova Iorque operam em alta, sugerindo abertura positiva dos mercados acionários à vista nesta segunda-feira (4), em meio a novos sinais de avanços nas negociações comerciais entre Estados Unidos e China.

Às 11h10 (de Brasília), no mercado futuro, Dow Jones subia 0,39%, enquanto S&P 500 avançava 0,37% e Nasdaq tinha alta de 0,60%.

Ontem, o Wall Street Journal publicou que EUA e China « estão no estágio final » de discussões para fechar um acordo comercial. Pequim teria oferecido reduzir tarifas sobre produtos americanos de categorias que vão de produtos químicos a automóveis. Washington, por sua vez, estaria considerando eliminar a maioria das punições tarifárias impostas a bens chineses no ano passado.

A notícia impulsionou os principais mercados asiáticos, levando a Bolsa de Xangai a fechar hoje no maior nível desde junho do ano passado, e também ajuda a sustentar as ações na Europa.

Reforçando a expectativa de um acordo sino-americano, o diretor do Conselho de Assuntos Econômicos da Casa Branca, Kevin Hassett, disse hoje à Fox Business que os dois lados estão trabalhando para chegar a um entendimento « em algum momento em breve ».

Tensões comerciais entre americanos e chineses vinham pressionando os ativos financeiros globais nos últimos meses, diante de temores de que a disputa tarifária pudesse agravar ainda mais a tendência de desaceleração da economia mundial.

A agenda de indicadores dos EUA desta segunda traz apenas o índice ISM de condições empresariais de Nova Iorque, previsto às 11h45, e os investimentos em construção, às 12h. Os horários são de Brasília.

Na semana, o grande destaque é o relatório de emprego de fevereiro, a ser divulgado na sexta-feira (08). Conhecido como « payroll », o documento tem forte influência nas decisões de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA).

Nos negócios do pré-mercado em Nova York, a ação do Facebook subia cerca de 0,80% no horário indicado acima, após a operadora de rede social anunciar que abriu processo na Justiça americana contra quatro empresas e três pessoas na China que teriam promovido a venda de perfis falsos nas plataformas do Facebook e Instagram.



Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire