Azul ganha relevância caso proposta por ativos da Avianca seja aprovada, diz Eleven


A Azul deve ganhar relevância no mercado doméstico com a proposta não-vinculante para a aquisição de certos ativos da Avianca Brasil, por US$ 105 milhões, segundo Gabriela Moro, analista da Eleven Financial Research. Com o negócio a empresa deve se tornar a segunda maior aérea do País. Segundo a analista, caso seja aprovada, a aquisição dos slots muda consideravelmente o cenário para a Azul, que detém 5% dos slots em Congonhas e com acordo passaria a ter 12%. « Ela deve aumentar esse market share também no Santos Dumont (RJ) de 27% para 40% e em Guarulhos de 11% para 22% », acrescentou em entrevista ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Gabriela lembra também que no começo de fevereiro a Azul reforçou o plano de renovação da frota e agora espera encerrar 2019 com 32 aeronaves A320 Neo em operação. A estimativa anterior era de 27 aeronaves. « Com o acordo acredito que a aérea pode diminuir o volume de entregas esperadas para 2019 também, assim como do A320 Neo, considerando a entrada de 30 aviões A320 da Avianca », pondera a analista.

Além disso, diz a analista, a Azul consegue evitar que os outros players ganhem força e tem a opção de crescer em outras regiões. « A própria Azul já sinalizou que os novos slots não vão ser direcionados para rotas internacionais, apenas rotas domésticas », acrescentou. As ações da Azul fecharam o pregão desta segunda-feira, 11, em alta de 6,45% na bolsa paulista.



Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire