Bolsas de Nova Iorque fecham em alta à espera de decisão do Fed sobre juros


As bolsas de Nova Iorque fecharam em alta o pregão desta segunda-feira (18), depois de operarem de lado durante a maior parte do pregão à espera da decisão do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), nesta quarta-feira. A expectativa é de que a instituição volte a emitir sinais « dovish » e reduza a projeção de altas de juros para este ano em seu gráfico de pontos de duas para uma ou, até mesmo, zero.

O índice Dow Jones fechou com ganho de 0,25%, enquanto o S&P 500 avançou 0,37% e o Nasdaq subiu 0,34%.

Na quarta-feira (20), o Fed divulga sua decisão de política monetária, assim como projeções econômicas e o gráfico de pontos, a partir do qual o banco central pode passar a sinalizar apenas uma elevação de juros ainda em 2019, de acordo com analistas do NatWest. Em dezembro, o gráfico de pontos do Fed sugeria duas altas neste ano.

Segundo eles, para que isso ocorra, apenas três dirigentes do Fed teriam que mudar sua posição de projetar duas novas altas em 2019 para apenas uma, enquanto, para que a instituição sinalize a estabilidade da taxa ao longo de todo ano, sete formuladores de política precisariam alterar sua expectativa para zero elevações. Mesmo que este último movimento seja mais difícil, contudo, o NatWest não descarta como cenário possível.

Outro ponto de atenção para o mercado será qualquer anúncio relacionado ao fim da normalização do balanço patrimonial da instituição. Para o Scotiabank, o Fed deve reforçar que o término da redução do seu portfólio de ativos será interrompido no final do ano, como já foi dito por alguns dos dirigentes do banco central.

Com os mercados de lado, o Dow Jones chegou a oscilar durante o dia, pressionado pela queda na ação da Boeing (-1,77%), após notícia de que promotores públicos nos Estados Unidos investigam o desenvolvimento de aviões da linha 737 MAX da empresa que se envolveram em dois acidentes fatais num intervalo de menos de seis meses.

A ação do Facebook também foi destaque durante o dia e fechou em queda de 3,32% após ter seu preço-alvo cortado pelo Bank of America (BofA), de US$ 205 a US$ 187. Também o Needham Bank cortou a recomendação do papel da companhia americana, de compra para neutra.

Ainda entre as giant techs, a Apple avançou 1,02%. A empresa anunciou que está ampliando a atualização de sua linha de iPads, adicionando um novo iPad Air e iPad mini para ajudar a fortalecer uma unidade de negócios que relatou cinco anos consecutivos de queda nas vendas. As atualizações são as primeiras para esses produtos em cerca de cinco anos e melhoram a última versão desses dispositivos com processadores mais rápidos, telas mais sofisticadas e a capacidade de usar a caneta da Apple.



Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire