Foco de investimentos da Cosan neste momento é o portfólio atual


O foco de investimentos da Cosan neste momento é o portfólio atual da companhia, o que pode passar pela recompra de ações do grupo, destacou a diretoria durante reunião com analistas e investidores. Embora a empresa não descarte potenciais aquisições, a avaliação da administração é de que o baixo valor de mercado das empresas que compõem o grupo neste momento torna pouco atrativas potenciais operações.

« Se houver um ativo a ser adquirido mais atrativo que as próprias ações, vamos fazer, mas neste momento risco-retorno de comprar ação é imbatível », disse o presidente da companhia, Marcos Lutz.

Durante apresentação, o vice-presidente de Finanças e diretor de relações com Investidores da Cosan, Marcelo Martins, destacou que foram investidos nos últimos três anos R$ 6 bilhões em recompra de ações, sendo a mais recente a de papéis da Comgás. « Não existe melhor investimento do que a recompra de ações do grupo. Maior forma de construir valor para nós e nossos acionistas é olhar para dentro de portfólio », disse, acrescentando que a companhia está preparada para fazer « muito mais do que já fez ».

Lutz afirmou que todos os papeis das companhias do grupo são avaliados como estando a preços baixos e portanto há propensão para comprar ações de todas essas empresas, desde que haja boa estrutura de capital, alguma com intenção de investidores de vender ou que possa lançar operação de mercado. Ele salientou que não há decisão de deslistar a Cosan Limited (CZZ) ou a Comgás.

A Cosan Limited é o ativo mais barato, onde há maior desconto, mas como a administração também avalia a liquidez dos papeis, não houve foco total na compra desses papeis, segundo o presidente.

Lutz também comentou que o plano de longo prazo do grupo é ter uma estrutura mais simples, com uma holding e as empresas operacionais listadas, mas salientou que não há prazo para que isso ocorra nem « um caminho claro definido. « A decisão não está tomada de qual aberta e qual fechada », disse.

Martins também comentou que a ideia é de que o fluxo de dividendos da Cosan siga crescendo ao longo do tempo e que serão distribuídos proventos, especialmente à medida que não haja investimento significativo a ser feito.



Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire