Bolsas asiáticas fecham em forte baixa com temor sobre economia global


As bolsas asiáticas fecharam com perdas robustas nesta segunda-feira (25), em meio a renovadas preocupações com a saúde da economia global que pressionam os mercados financeiros mundiais desde o fim da semana passada.

Os temores ganharam força nessa sexta-feira (22), quando o spread entre a T-bill de três meses e a T-note de 10 anos ficou negativo pela primeira vez em mais de uma década, invertendo a curva de juros e sugerindo maior probabilidade de recessão nos Estados Unidos, e foram divulgados dados fracos sobre atividade manufatureira na zona do euro.

Em Tóquio, o índice Nikkei sofreu nesta segunda sua maior queda desde o fim de dezembro, de 3,01%, encerrando o pregão a 20.977,11 pontos.

Já na China, o Xangai Composto caiu 1,97%, a 3.043,03 pontos, afetado principalmente por ações financeiras, e o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 1,44%, a 1.676,43 pontos.

Nesta quinta-feira (28), funcionários de alto escalão do governo americano estarão em Pequim para iniciar uma nova rodada de discussões comerciais de dois dias. A expectativa é que EUA e China fechem um acordo comercial em algum momento de abril. Desde meados do ano passado, a disputa comercial entre as duas maiores economia do mundo vem pesando no sentimento do investidor.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng teve baixa de 2,03% nesta segunda em Hong Kong, a 28.523,35 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi caiu 1,92% em Seul, a 2.144,86 pontos, no seu pior dia desde 23 de outubro, e o Taiex recuou 1,5% em Taiwan, a 10.479,48 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu a onda negativa, influenciada pelo fraco desempenho de petrolíferas. O S&P/ASX 200 teve queda de 1,11% em Sydney, a mais acentuada desde 2 de janeiro, fechando a 6.126,20 pontos. 



Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire