Bolsas asiáticas fecham mistas em meio a preocupação com economia global


As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta quarta-feira (27), em meio a temores persistentes sobre a perspectiva da economia global após a inversão da curva de juros dos Treasuries e novos indicadores decepcionantes.

No Japão, o índice Nikkei caiu 0,23% nesta quarta, a 21.378,73 pontos, influenciado principalmente pelo fraco desempenho de montadoras. Nissan e Subaru tiveram perdas de cerca de 3,5% em Tóquio.

Os mercados chineses, por outro lado, se recuperaram após dois dias de perdas expressivas. O Xangai Composto subiu 0,85%, a 3.022,72 pontos, enquanto o Shenzhen Composto avançou 0,90%, a 1.654,69 pontos.

Nesta quinta-feira (28), funcionários de alto escalão dos governos da China e dos Estados Unidos iniciam uma nova rodada de discussões comerciais em Pequim. Na semana que vem, o diálogo sino-americano vai se transferir para Washington.

O tom positivo prevaleceu em Xangai e Shenzhen apesar de mais um novo sinal de desaceleração da economia chinesa, a segunda maior do mundo. No primeiro bimestre, o lucro de grandes empresas industriais da China sofreu queda anual de 14,1%, bem maior do que a redução de 1,9% vista em dezembro.

Investidores, contudo, se mantêm cautelosos desde que, nessa sexta-feira (22), o rendimento da T-bill de 3 meses superou o da T-note de 10 anos, invertendo parte da curva de juros dos Treasuries e sinalizando maior probabilidade de recessão nos EUA. Recentes dados fracos de manufatura de economias desenvolvidas também alimentaram preocupações.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng teve alta de 0,56% em Hong Kong nesta quarta, a 28.728,25 pontos, mas o sul-coreano Kospi caiu 0,15% em Seul, a 2.145,62 pontos, e o Taiex recuou 0,16% em Taiwan, a 10.542,70 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou levemente no azul, ajudada por ações de tecnologia. O S&P/ASX 200 avançou 0,09% em Sydney, a 6.136,00 pontos. 



Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire