Bolsas asiáticas sobem com esperança de acordo comercial entre EUA e China


As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta quarta-feira (3), impulsionadas por relatos de que Estados Unidos e China estão mais próximos de concluir um acordo comercial.

Entre os mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 1,24%, a 3.216,30 pontos, atingindo o maior nível em um ano, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,82%, a 1.772,09 pontos.

Funcionários de alto escalão dos governos dos EUA e da China retomam negociações comerciais hoje em Washington, dando continuidade ao diálogo da semana passada em Pequim. Antes da reunião, o diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca, Larry Kudlow, comentou que os dois países « esperam fazer mais progresso » nas discussões.

Americanos e chineses se aproximaram ainda mais de um pacto comercial, segundo matéria do Financial Times. Citado pelo jornal britânico, o vice-presidente executivo para assuntos internacionais da Câmara de Comércio dos EUA, Myron Brilliant, disse que « 90% do acordo está pronto », embora os 10% finais sejam « a parte mais difícil ».

Também contribuiu para o bom humor na Ásia números que mostraram o setor de serviços da China se expandindo em março no ritmo mais forte em 14 meses. Antes disso, dados do fim de semana haviam apontado recuperação da manufatura chinesa, que superou um período de contração e voltou a crescer no mês passado.

Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei subiu 0,97% em Tóquio nesta quarta, a 21.713,21 pontos, também favorecido pela fraqueza do iene ante o dólar durante a madrugada, enquanto o Hang Seng avançou 1,22% em Hong Kong, a 29.986,39 pontos, o sul-coreano Kospi teve alta de 1,20% em Seul, a 2.203,27 pontos, e o Taiex registrou ligeiro ganho de 0,13% em Taiwan, a 10.704,38 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu a onda positiva da Ásia e se valorizou pelo sétimo pregão consecutivo. Impulsionado principalmente por mineradoras, o S&P/ASX 200 subiu 0,68% em Sydney, a 6.285,00 pontos, alcançando o maior patamar em sete meses. 



Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire