Bolsas asiáticas fecham majoritariamente em alta, de olho em diálogo EUA-China


As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta modesta nesta quinta-feira (4), com investidores à espera dos desdobramentos das negociações comerciais entre Estados Unidos e China.

Nessa quarta-feira (3), funcionários de alto escalão dos governos americano e chinês retomaram discussões comerciais em Washington, dando continuidade ao diálogo da semana passada em Pequim.

Na tarde desta quinta, o presidente dos EUA, Donald Trump, pretende se encontrar com o vice-primeiro-ministro da China, Liu He, segundo programação da Casa Branca. Fontes dizem que Trump poderá aproveitar a oportunidade para anunciar uma reunião de cúpula com o presidente chinês, Xi Jinping.

Nesta semana, surgiram relatos de que EUA e China já teriam concluído 90% de um eventual acordo comercial e que Pequim terá até 2025 para cumprir metas estabelecidas no pacto. Já o diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca, Larry Kudlow, comentou ontem que a China « pela primeira vez » reconheceu preocupações de Washington referentes a questões comerciais, depois de « ficar em negação » por muito tempo.

Entre os mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 0,94% nesta quinta, a 3.246,57 pontos, renovando máxima em um ano, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,45%, a 1.780,02 pontos, alcançando o maior nível desde maio de 2018. Como não haverá negócios nesta sexta-feira (5) devido a um feriado nacional, o Xangai e o Shenzhen encerraram a semana com valorização de cerca de 5%.

Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei teve alta marginal de 0,05% em Tóquio, a 21.724,95 pontos, e o sul-coreano Kospi subiu 0,15% em Seul, a 2.206,53 pontos, mas o Hang Seng contrariou o viés positivo e caiu 0,17% em Hong Kong, a 29.936,32 pontos. Em Taiwan, a bolsa não operou nesta quinta e continuará fechada nesta sexta em função de feriados.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no vermelho, interrompendo uma sequência de sete pregões de valorização. Pressionado por ações de petrolíferas e do setor de saúde, o S&P/ASX 200 recuou 0,83% em Sydney, a 6.232,80 pontos. 



Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire