Bolsas da Europa fecham mistas, com Brexit e EUA-China ainda no radar


As bolsas da Europa fecharam sem sinal único nesta segunda-feira (8), em que sinalizações de afrouxamento na regulação de bancos estrangeiros que operam nos Estados Unidos, o Brexit e as negociações comerciais entre EUA e China ficaram no radar. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em queda de 0,19%, aos 387,51 pontos.

No último domingo, o diretor do Conselho Econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, disse que as negociações comerciais entre os EUA e a China estão « cada vez mais próximas » de um acordo entre as duas maiores economias globais, após « bom progresso » ter sido conquistado na última semana, quando o vice-premiê do país asiático, Liu He, esteve em Washington para dar prosseguimento às conversas.

Na esteira da geopolítica, continua também no radar o processo de saída do Reino Unido da União Europeia. Na manhã desta segunda-feira, o principal negociador da UE para o Brexit, Michel Barnier, afirmou que as relações do bloco com o Reino Unido podem ser mais « ambiciosas » e que o trabalho entre os dois lados poderia ser « extremamente rápido » em um cenário que contemple uma união aduaneira.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE 100 fechou em leve alta, de 0,07%, aos 7.451,89 pontos, apoiado pela alta das mineradoras em reação ao forte avanço dos preços do minério de ferro e do cobre. A Rio tinto subiu 1,15%, a Anglo American avançou 1,10%, e a BHP ganhou 0,60%.

Também nessa segunda-feira, houve a sinalização de que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) pode facilitar a regulação da atividade de bancos estrangeiros nos EUA.

A notícia, contudo, teve impacto bastante pontual nos papéis de instituições financeiras em solo europeu. De acordo com as notícias, Barclays, UBS e Credit Suisse seriam os maiores beneficiados pela ação do Fed. A diretora Lael Brainard, porém, disse que se oporia à proposta de mudança por não lidar com riscos de liquidez associados às redes de agências e filiais de empresas estrangeiras.

Em Frankfurt, o índice DAX recuou 0,39%, aos 11.963,40 pontos; em Paris, o índice CAC 40 caiu 0,08%, aos 5.471,78 pontos; em Madri, o índice IBEX 35 perdeu 0,76%, aos 9.437,70 pontos; e em Lisboa, o índice PSI 20 ganhou 0,03%, aos 5.310,95 pontos. Já na Bolsa de Milão, o índice FTSE MIB fechou em alta de 0,06%, com 21.771,96 pontos.



Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire