Chanceler vai a países da Otan para incentivar exportações


Com o objetivo de incentivar a exportação brasileira de aviões e materiais de defesa para países da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), o chanceler Ernesto Araújo desembarcou nesta segunda-feira (6) em Roma (Itália). Depois da Itália, o ministro das Relações Exteriores seguirá para a Hungria e Polônia.

Em Roma, o chanceler brasileiro terá encontros com o vice-primeiro-ministro Matteo Salvini e com o secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, o 2º na hierarquia do Estado, abaixo apenas do Papa Francisco. Em Budapest (Hungria) e em Varsóvia (Polônia), também estão previstos encontros governamentais.  

A visita do chanceler brasileiro faz parte dos esforços da indústria nacional de equipamentos militares e aviões para vender produtos desenvolvidos com potencial para atender à crescente demanda europeia. Os membros da Otan têm um compromisso de adquirir no mínimo 2% do Produto Interno Bruto (PIB), oriundos dos orçamentos de seus respectivos países, até o ano de 2024, em equipamentos de defesa e aviões de transporte ou de combate.

Nesse contexto, a Embraer tem interesse em vender o avião KC 390, desenvolvido por engenheiros da própria empresa e da Força Aérea Brasileira (FAB). O KC 390 é um avião planejado transportar tropas e cargas. Ele foi desenhado com o propósito de substituir a aeronave norte-americana Hércules C-130, presente em mais de 50 países e que, por ser produzida nos anos 50 do século passado, em breve entrará em desuso.  

Na Itália, o chanceler brasileiro se reunirá nesta terça-feira (7) com autoridades do Ministério das Relações Exteriores e com empresários italianos que atuam no Brasil. Na quarta-feira (8), Ernesto Araújo será recebido pelo ministro do Interior, Matteo Salvini.

Na quinta-feira (9), o ministro Ernesto Araújo estará em Budapeste, onde se encontrará com integrantes do gabinete do primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán. A viagem do chanceler brasileiro terminará na sexta-feira (10), na Polônia, com um encontro que terá com membros do gabinete do primeiro-ministro Mateusz Morawiecki.  



Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire