Abertura de empresas cresce 27% em abril na Capital


A prefeitura de Porto Alegre divulgou nesta quinta-feira (09) uma boa notícia para a economia da cidade. Somente no mês de abril deste ano, foram abertas 1.668 novas empresas na Capital, segundo levantamento realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE). O resultado representa um crescimento de 27,1% em relação ao total de empresas abertas em abril do ano passado, quando a SMDE verificou a emissão de 1.312 alvarás empresariais pela Sala do Empreendedor. Na comparação com março deste ano, o aumento foi de 21,6%.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Eduardo Cidade, os números indicam a um processo consistente de retomada do empreendedorismo na Capital. « Apenas no primeiro quadrimestre deste ano, Porto Alegre já abriu mais empresas do que em todo o acumulado do ano de 2017 », aponta ele. Ao todo, nos primeiros quatro meses de 2019, foram abertas 6.335 empresas na cidade, crescimento de 63,8% em relação ao mesmo período de 2018.

Para o secretário, a evolução se deve a dois fatores principais. “Um deles é a retomada da atividade econômica em si, o que favorece a criação de novas empresas. O outro é a modernização do processo de obtenção de alvarás em Porto Alegre, por meio da Sala do Empreendedor, o que encoraja os empreendedores e agiliza a abertura de novos negócios.”

O titular da SMDE destaca que a prefeitura tem trabalhado para facilitar o caminho dos empreendedores. Por meio da Sala do Empreendedor, o tempo médio de abertura de novas empresas na cidade caiu de 41 dias, em 2017, para 5 dias. Para microempresas individuais (MEI) e atividades de baixo risco, que dispensam vistoria, a prefeitura garante que já é possível obter o alvará em um dia.

O levantamento da SMDE indica, ainda, que a maioria (48,1%) dos negócios abertos em abril de 2019 se concentra em dez bairros de Porto Alegre. Nesse período, o destaque foi o Centro Histórico, onde 154 novas empresas se estabeleceram. Os segmentos mais procurados pelos empreendedores foram os de serviços, com ênfase em atividades de alimentação fora do lar – como bares, pubs e restaurantes –, além de serviços médicos e atividades administrativas/jurídicas.



Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire