Bolsas da Europa fecham em alta após dados do Reino Unido e da Alemanha


As bolsas da Europa fecharam em alta nesta sexta-feira (10), aparentemente ignorando o aumento, nesta madrugada, das tarifas sobre produtos chineses que entram nos Estados Unidos. Dados macroeconômicos surpreenderam positivamente e melhoraram o humor dos investidores, apoiando os índices. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,51%, em 377,48 pontos.

Na madrugada desta sexta, o presidente americano, Donald Trump, decidiu permitir que o aumento de tarifas sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses entrasse em vigor, mesmo com a continuação das negociações sino-americanas nesta sexta, em Washington. Embora Pequim tenha ameaçado retaliar os EUA caso o aumento tarifária entrasse em vigor, até agora o governo chinês não se manifestou sobre o caso. Jim Read, estrategista de pesquisas do Deutsche Bank, disse que « os investidores na Europa aparentemente continuam tentando agarrar-se à esperança de que os políticos de ambos os lados optem por diminuir a escalada ».

No Reino Unido, a divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre deste ano, que cresceu 0,5% ante o trimestre anterior e avançou 1,9% na comparação anual, animou os investidores. Além disso, a produção industrial do país registrou crescimento de 0,7% em março ante fevereiro, e 1,3% na comparação anual, ambos os valores acima do esperado por analistas. Mesmo com os indicadores positivos, a bolsa de Londres fechou perto da estabilidade, em queda de 0,06%, a 7.203,29 pontos, enquanto na comparação semanal apresentou queda de 2,40%.

Na Alemanha, a balança comercial de março surpreendeu os analistas ao registrar superávit de 20 bilhões de euros em março, acima das estimativas de 18,1 bilhões de euros. O indicador e a divulgação de balanços de empresas locais considerados positivos apoiaram o índice DAX, da bolsa de Frankfurt, a subir 0,72%, em 12.059,83 pontos, embora a comparação semanal tenha apresentado recuo de 2,84%. O destaque em solo alemão é da Thyssenkrup, que viu seus papéis subirem 28,4% após relatos de que considera listar parte de seus negócios de elevadores na bolsa.

Na bolsa de Paris, o índice CAC 40 subiu 0,27%, em 5.327,44, perdendo 3,99% na comparação semanal, enquanto o índice FTSE Mib, da bolsa de Milão ganhou 0,28%, em 20.874,78 pontos, mas perdeu 4,08% na semana. Já na bolsa de Madri, o índice IBEX 35 avançou 0,25%, em 9.117,50, caindo 3,10% em relação à semana anterior. Em Lisboa, o índice PSI 20 avançou 1,09%, em 5.163,75 pontos, mas caiu 4,01% na semana.



Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire