RS está entre quatro estados brasileiros que fecharam vagas em abril


O Rio Grande do Sul registrou o fechamento de 2.498 vagas de emprego em abril deste ano, com queda de 0,10% no período. O resultado foi gerado pelo saldo de 95.638 admissões e 98.136 demissões no mês passado. Os dados foram divulgado nesta sexta-feira (24) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia.

O resultado no Rio Grande do Sul é o quarto pior para o mês desde o início da série história, em 2004. O RS está entre os quatro estados nos quais houve mais demissões do que admissões no mês, junto ao Pará (-25 vagas), Rio Grande do Norte (-501) e Alagoas (-4.692). Todos os outros estados brasileiros registram resultado positivo.

No restante da Região Sul, Paraná e Santa Catarina tiveram alta na geração de empregos, com saldos de 10.653 e 6.415 em abril, respectivamente.

Os destaques negativos no Estado foram o setor agropecuário, que fechou 4.022 vagas (-4,46%) e os setores do Comércio (612 vagas fechadas, 0,10% de redução) e da Construção Civil (500 empregos a menos, retração de 0,45%). O saldo positivo foi registrado na Indústria da Transformação, que abriu 1.140 vagas no período, alta de 0,17%.

Na contramão, País criou 129,6 mil vagas

Em todo o País, foram criadas 129.601 empregos com carteira assinada em abril, atingindo o melhor resultado para o mês desde 2013. O saldo de abril decorre de 1,374 milhão de admissões e 1,245 milhão de demissões. Em abril de 2018, a abertura líquida de vagas havia chegado a 115.898, na série sem ajustes.

O secretário de Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Dalcolmo, destacou o resultado positivo do mercado de trabalho brasileiro durante os meses de abril. « O Caged de abril tradicionalmente é positivo e esse mês não decepcionou. Todas as regiões do País registraram melhora no emprego em abril. E foram 23 Unidades da Federação com abertura de vagas e penas quatro Estados com perda de empregos », afirmou.



Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire