Abate de bovinos sobe 1,6% no 1º trimestre


O Pas registrou um abate de 7,89 milhes de cabeas de bovinos sob algum tipo de servio de inspeo sanitria no primeiro trimestre de 2019, segundo as Pesquisas Trimestrais do Abate de Animais, divulgadas nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica (IBGE). O resultado foi 1,6% superior ao obtido no primeiro trimestre de 2018. Em relao ao quarto trimestre de 2018, porm, houve reduo de 3,6%.

Em nmeros absolutos, foram abatidas 121,06 mil cabeas de bovinos a mais no primeiro trimestre de 2019 em relao ao mesmo perodo do ano anterior, refletindo aumentos em 14 das 27 unidades da Federao.

Os destaques foram Mato Grosso ( 144,40 mil cabeas), Tocantins ( 35,59 mil), Rondnia ( 27,87 mil), Mato Grosso do Sul ( 25,59 mil), Paran ( 11,60 mil) e Santa Catarina ( 3,90 mil).

As quedas mais intensas ocorreram no Par (-36,93 mil cabeas), em Minas Gerais (-25,53 mil), em Gois (-23,29 mil), no Rio Grande do Sul (-14,51 mil), em So Paulo (-11,23 mil), no Acre (-9,56 mil), no Maranho (-9,46 mil) e na Bahia (-9,27 mil). Mato Grosso manteve a liderana no abate de bovinos, com 17,1% da participao nacional, seguido por Mato Grosso do Sul (11,3%) e So Paulo (9,8%).

Em relao ao frango, o abate alcanou 1,45 bilho de cabeas, resultado que representa uma queda de 2% em relao ao mesmo perodo de 2018. Na comparao com o quarto trimestre do ano passado, porm, houve aumento de 2,3%. Em nmeros absolutos, foram abatidos 29,87 milhes de frangos a menos no primeiro trimestre em relao a igual perodo de 2018, devido a redues em 11 das 24 unidades da Federao que participaram da pesquisa.

As quedas mais relevantes ocorreram em So Paulo (-20,46 milhes de cabeas), Santa Catarina (-11,50 milhes), Mato Grosso do Sul (-5,56 milhes), Mato Grosso (-2,45 milhes), Distrito Federal (-996,16 mil) e Bahia (-865,10 mil). Os aumentos ocorreram em Gois ( 6,70 milhes de cabeas), Paran ( 2,98 milhes), Rio Grande do Sul ( 2,37 milhes), Minas Gerais ( 1,46 milhes) e Par ( 565,65 mil).

O abate de sunos somou 11,31 milhes de cabeas no primeiro trimestre, o maior volume da srie histrica, iniciada em 1997, ressaltou o IBGE. Em nmeros absolutos, foram abatidas 589,01 mil cabeas de sunos a mais no primeiro trimestre de 2019 em relao ao mesmo perodo de 2018, refletindo aumentos em 20 dos 25 estados.

Os aumentos mais significativos ocorreram em Santa Catarina ( 195,14 mil cabeas), Rio Grande do Sul ( 104,40 mil), So Paulo ( 83,14 mil), Paran ( 74,00 mil), Minas Gerais ( 66,05 mil), Mato Grosso ( 64,11 mil), Gois ( 9,34 mil) e Mato Grosso do Sul ( 5,25 mil). Santa Catarina manteve a liderana no abate de sunos, com participao de 26,6% do total nacional, seguido por Paran (20,7%) e Rio Grande do Sul (18,8%).



Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire