Bolsas da Ásia fecham em alta generalizada com alívio de tensões no Oriente Médio


Em Tóquio, o índice acionário japonês Nikkei subiu 2,31%, a 23.739,87 pontos, enquanto na China, o Xangai Composto avançou 0,91%, a 3.094,88 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto teve ganho de 1,75%, a 1.800,64 pontos.

Um dia após o ataque iraniano contra duas bases militares usadas por tropas americanas no Iraque, Trump procurou ontem não agravar o conflito recente e optou apenas por impor mais sanções econômicas ao Irã, sem detalhá-las. Em pronunciamento, Trump comemorou o fato de a ofensiva iraniana não ter deixado vítimas e deixou claro que prefere a pressão diplomática à opção militar.

O ataque iraniano foi em retaliação a um bombardeio dos EUA que causou a morte do principal líder militar do Irã, o general Qassim Suleimani, no fim da semana passada.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 1,68% em Hong Kong, a 28.561,00 pontos, o sul-coreano Kospi mostrou alta de 1,63% em Seul, a 2.186,45 pontos, e o Taiex subiu 1,30% em Taiwan, a 11.970,63 pontos.

Quando as principais bolsas asiáticas já haviam encerrado os negócios desta quinta, o Ministério de Comércio da China informou que uma delegação do país, encabeçada pelo vice-primeiro-ministro Liu He, visitará Washington entre os dias 13 e 15 para assinar o acordo comercial de fase 1 com os EUA.

Na Oceania, a bolsa australiana também foi beneficiada pelo alívio das tensões no Oriente Médio, e o S&P/ASX avançou 0,83% em Sydney, a 6.874,20 pontos.





Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire