Eleição nos EUA: resultado de caucus democrata em Iowa é adiado – Notícias


Autoridades do partido garantem que o adiamento se deve aos esforços para realizar o « controle de qualidade » antes que os dados fossem divulgados




A divulgação dos resultados do caucus (convenção partidária) em Iowa foi adiada na noite desta segunda-feira (3). O Estado abre a temporada de disputa entre os pré-candidatos à Presidência dos Estados Unidos.


Segundo a imprensa local, o adiamento gerou uma confusão generalizada entre as campanhas presidenciais. A expectativa é que os números sejam divulgados nesta terça-feira (4). 


Enquanto rumores de falhas técnicas começaram a ser espalhados, autoridades do partido disseram que os resultados foram adiados por causa dos esforços para realizar o « controle de qualidade » antes que os dados fossem divulgados.


Eleições nos EUA: disputa entre democratas começa sem favorito


« Encontramos inconsistências no relatório de três conjuntos de resultados », disse Mandy McClure, diretora de comunicações do partido.


“Além de os sistemas de tecnologia usados para tabular os resultados, temos fotos dos resultados e uma trilha de papel para validar que todos os números correspondem. Dessa forma, temos confiança e precisão nos números que reportamos. Isso é simplesmente um problema de relatório”.


Segundo o jornal norte-americano The New York Times, McClure garantiu que o sistema não caiu e nem foi invadido por hackers. “A trilha de dados e papel subjacente é sólida e levará apenas um tempo para relatar os resultados ”.


Em uma teleconferência com as campanhas presidenciais, as autoridades do Partido Democrata de Iowa reiteraram amplamente suas declarações públicas. A demora, disseram as autoridades, foi por causa das novas regras que exigiam que os líderes do grupo relatassem três números à sede do partido, em vez de apenas o total dos delegados.


Até 2016, os democratas tinham que informar apenas o número de delegados  de cada estado. Mas a partir da corrida entre Hillary Clinton e Bernie Sanders, o Comitê Nacional Democrata passou a exigir que o número de apoiadores de cada candidato fosse contabilizado e revelado.


Essa mudança, que exige relatórios de três números separados de cada um dos mais de 1.600 distritos do estado de Iowa, teria sido uma das causas no atrasado da divulgação dos resultados.


Além disso, foram relatados diversos problemas no aplicativo criado para ajudar a tabular e divulgar os resultados.


Nas horas que antecederam o início das discussões, as autoridades do Partido Democrata de Iowa receberam várias ligações de delegacias de todo o estado relatando problemas com o aplicativo.


Vários democratas proeminentes questionaram o papel de Iowa como o responsável por iniciar as votações no processo primário. Eles disseram que o estado tem eleitorado mais branco e mais velho, não representando a diversidade do partido.


Candidatos


Sete candidatos disputam a preferência dos delegados de Iowa: o senador Bernie Sanders, de Vermont, ex-vice-presidente Joe Biden, a senadora Elizabeth Warren, de Massachusets, ex-prefeito Pete Buttigieg, de South Bend, Indiana, a senadora Amy Klobuchar, de Minnesota, o empresário Andrew Yang e o ex-investidor Tom Steyer.


Nos Estados Unidos, os cidadãos comuns, chamados « pequenos » eleitores escolhem os delegados de cada partido, responsáveis por indicar qual candidato vai representar o partido nas eleições presidenciais. Cada estado tem diferentes números de delegados e processo de designação.


O candidato do partido democrata só será decidido na Convenção Nacional que será realizada em 16 de julho. 



Read more

A lire aussi

Laisser un commentaire