Bolsa de São Paulo limita alta mas sustenta 116 mil pontos no fechamento


O Ibovespa conseguiu se sustentar acima dos 116 mil pontos no fechamento desta quarta-feira (5), em nova etapa da recuperação gradual ante a volatilidade derivada do coronavírus, atingindo hoje o maior nível de fechamento desde o dia 28, quando havia encerrado aos 116.478,98. Em terreno positivo pela terceira sessão seguida – sequência que não ocorria desde 20 de janeiro -, o principal índice da B3 fechou hoje em alta de 0,41%, a 116.028,27 pontos, oscilando entre mínima de 115.562,34 e máxima de 117.700,53 pontos, com giro financeiro a R$ 27,8 bilhões. Na semana, acumula até aqui ganho de 1,99%, após perda de 3,90% na semana anterior.

As ações da Petrobras viraram e passaram a cair, retirando fôlego do Ibovespa depois das 16h30min, no dia da precificação da venda de ações da estatal pelo BNDES, que sairia depois do fechamento do mercado. Petrobras ON fechou em baixa de 0,88% e a PN, de 0,84%. Na ponta positiva, Usiminas subiu 4,90%, com Banco do Brasil em alta de 4,46% no fechamento.

Mesmo com os contratos futuros do petróleo em alta na sessão (+2,45% no Brent para abril), a oferta de ações ON que o BNDES detém na petrolífera acabou pesando sobre o papel. O banco de fomento fará oferta secundária de, inicialmente, 611.835.583 ações ordinárias no Brasil e no exterior – aumento na disponibilidade de ações em mercado pode enfraquecer os preços, apontam analistas, especialmente quando se teme sobreoferta. A precificação acontece hoje e o início das negociações na B3 será na sexta-feira (7).

« Tivemos mais um dia bem positivo lá fora, o que ajudou aqui, mas havia também a expectativa pelo Copom, o que segurou um pouco o índice antes da decisão », diz Luis Sales, analista da Guide Investimentos, observando que os danos financeiros do coronavírus, antes espalhados, começam a ficar restritos a setores exportadores, como os de carne e papel e celulose.

Nesta quarta-feira, o balanço do Bradesco, positivo, ajudou o segmento de bancos, com peso de 24% no Ibovespa e um dos mais descontados desde o ano passado em razão de uma variedade de fatores, como a redução sustentada dos juros e a concorrência das fintechs. Hoje, Bradesco ON fechou em alta de 1,83% e a PN, de 1,93%, enquanto Itaú Unibanco avançou 0,60%

« O mercado estava esticado e o coronavírus, algo novo e desconhecido, foi boa oportunidade para uma realização mais forte, o que já resulta em novo ponto de entrada nas ações que oferecem desconto », diz Márcio Gomes, analista da Necton, destacando papéis como Usiminas e Marfrig, este com ganho de 2,92% no fechamento de hoje. « De forma geral, houve exagero na correção (do Ibovespa) desde o coronavírus, mas a volatilidade deve persistir ainda por algum tempo, o que resulta em oportunidades tanto para quem vende como para quem compra (ações) », acrescenta Gomes.

Apesar da expectativa de demanda fraca no curto prazo, o setor de aços planos deve ter crescimento de 4% neste ano, puxado pela alta entre 7% e 8% na produção de automóveis e entre 5% e 6% nos bens de capital, segundo avaliação do Credit Suisse. Para o banco, a Usiminas deve conseguir implementar mais um aumento de preços do insumo no mercado doméstico e, em relatório, o Credit reitera recomendação « outperform » (desempenho acima da média do mercado) para os papéis da empresa, com preço-alvo a R$ 11,50.





Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire