Bolsas asiáticas sobem pelo 2º dia seguido com menor apreensão com coronavírus


As bolsas asiáticas fecharam em alta generalizada pelo segundo pregão consecutivo nesta quarta-feira (12), em meio a esperanças de que o pior da epidemia de coronavírus na China pode ter passado, uma vez que o número de novos casos no país continua desacelerando.

Na China continental, o Xangai Composto subiu 0,87% hoje, a 2.926,90 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 1,55%, a 1.785,33 pontos.

Dados oficiais mostram que 2.015 novos casos de coronavírus foram relatados na China nas últimas 24 horas, número que diminuiu pelo segundo dia seguido. Com isso, o total de infecções alcançou 44,653. Já o número de vítimas fatais aumentou para 1.113.

Em entrevista à Reuters, o epidemiologista chinês Zhong Nanshan, responsável por combater o vírus da Sars em 2003, previu que o surto do novo coronavírus deverá atingir seu pico entre a metade e o final deste mês e terminar em abril.

Em outras partes da Ásia, o Nikkei subiu 0,74% em Tóquio hoje, a 23.861,21 pontos, ao voltar de um feriado nacional no Japão, enquanto o Hang Seng avançou 0,87% em Hong Kong, a 27.823,66 pontos, o sul-coreano Kospi se valorizou 0,69% em Seul, a 2.238,38 pontos, e o Taiex registrou alta de 0,94% em Taiwan, a 11.774,19 pontos.

No mercado japonês, destaque para a operadora de telecomunicações Softbank, cuja ação saltou quase 12% após a aprovação judicial nos EUA de uma proposta de fusão da Sprint com a T-Mobile US. A Softbank é uma grande acionista na Sprint.

Na Oceania, a bolsa da Austrália foi beneficiada não apenas pela menor preocupação com o coronavírus, como também pela atual temporada de balanços. Maior banco do país, o Commonwealth Bank divulgou lucro semestral melhor do que o esperado e sua ação subiu 4,1% em Sydney. Favorecido pelo setor financeiro de modo geral, o índice S&P/ASX avançou 0,47% hoje, a 7.088,20 pontos. 





Source link

A lire aussi

Laisser un commentaire