Ato após morte de negro pela polícia tem restaurante incendiado nos EUA – Notícias



A morte de mais um rapaz negro pela polícia provocou protestos violentos nos Estados Unidos na noite do último sábado (13). Centenas de pessoas foram às ruas de Atlanta, na Georgia, e um restaurante foi incendiado.


Na sexta-feira, Rayshard Brooks, um homem de 27 anos de idade, foi baleado e morto por um policial branco no estacionamento de uma unidade da Wendy’s, uma lanchonete de uma rede de fast-food.



De acordo com comunicado da polícia local (Escritório de Investigação da Georgia) deste sábado, o jovem resistiu à prisão e entrou em luta corporal com dois policiais brancos.


A morte do rapaz, que foi registrada por um vídeo, provocou uma nova onda de manifestações, agravou as tensões por causa de lutas raciais e a postura da polícia e ainda a demissão da chefe da polícia local, Erika Shields.


Os manifestantes fecharam uma importante rodovia e atearam fogo ao restaurante, que permaneceu em chamas por mais de 45 minutos antes que as equipes de bombeiros chegassem para extinguir o incêndio. Naquele momento, o prédio foi reduzido a escombros carbonizados ao lado de um posto de gasolina.



Outros manifestantes marcharam para uma rodovia e tentaram interromper o tráfego, antes que a polícia usasse uma fila de viaturas para impedi-los.


O departamento de polícia demitiu o policial que supostamente atirou e matou Brooks, disse o porta-voz da polícia Carlos Campos no sábado. Outro oficial envolvido no incidente foi posto em licença administrativa. 


Assista ao vídeo e veja o restaurante em chamas:




Read more

A lire aussi

Laisser un commentaire