Acusado de ato terrorista já esteve na mira de agentes britânicos – Notícias


Serviço secreto do Reino Unido investigou se homem em 2019, mas não identificou ameaça; ataque em Reading deixou três pessoas mortas






Khairi Saadallah, homem detido acusado de ser o autor de atentado terrorista na cidade de Reading, na Inglaterra, em que morreram três pessoas, esteve na mira do MI5, o serviço secreto britânico, em 2019, segundo informou neste domingo (21) a emissora de televisão BBC.


O preso, de 25 anos, tem nacionalidade líbia e pediu asilo no Reino Unido. Segundo testemunhas, ele esfaqueou pessoas que estavam em uma parque, a princípio, de maneira aleatória. Três pessoas foram mortas e outras três vítimas ficaram feridas.


Leia também: A história da jornalista branca que viveu um ano como uma mulher negra nos anos 1960


.De acordo informações obtidas junto a fontes dos serviços de segurança britânicos, Saadallah havia chamado a atenção do MI5 em 2019.


O serviço secreto recebeu a informação de que o homem tinha a intenção de viajar para a Síria para cometer ações terroristas.


A denúncia foi investigada, sem que fossem identificadas ameaças genuínas ou um risco iminente, por isso, não foi aberto nenhum procedimento contra o líbio.


O comissário adjunto da unidade antiterrorismo da Polícia Metropolitana, Neil Basu, garantiu em entrevista coletiva que não acredita na participação de outras pessoas no ataque. No entanto, ele admite que os motivos do ato ainda são desconhecidos.


A imprensa local divulgou, mais cedo, que Saadallah poderia ter problemas mentais, mas essa possibilidade ainda não foi confirmada.


Leia também: Polícia faz buscas em sítio no DF ligado a grupos extremistas


Um dos mortos na ação foi identificado como James Furlong, um professor que trabalhava como chefe do Departamento de História, Governo e Política, em uma escola na localidade de Wokingham, na Inglaterra. As demais vítimas não tiveram o nome divulgado.


Segundo testemunhas, que presenciaram a ação no parque Forbury Gardens, no centro da cidade de Reading, as agressões foram cometidas com uma arma branca « gigante ».


As autoridades locais não divulgaram se mais pessoas se feriram, além das três que estavam em estado grave. Duas delas já receberam alta dos hospitais em que estavam internadas. A terceira vítima está em estado estável, sob observação,  segundo boletim recente.



Read more

A lire aussi

Laisser un commentaire