Bolívia volta a bater recorde de casos diários de covid-19 – Notícias



A Bolívia voltou a estabelecer um recorde nacional nas estatísticas da pandemia de covid-19: 1.439 casos confirmados em 24 horas, em meio a uma crescente saturação dos centros de saúde por conta do novo coronavírus.


Leia também: Trabalhar como coveiro é saída para desemprego em cidade na Bolívia


O último boletim do Ministério da Saúde divulgado nesta quinta-feira reportou um total de 42.984 casos confirmados e 1.577 mortes no país, de 11 milhões de habitantes.


O recorde de contágios diários anterior era de 1.301, registrado em 2 de julho. Após o final de junho, a curva de casos mostrou uma tendência de alta, com mais de mil diagnósticos positivos por dia, um número relevante no país.


Cidades pedem ajuda


As principais cidades da Bolívia, como Santa Cruz, El Alto, La Paz e Cochabamba, relatam diariamente situações que levam hospitais e outros centros de saúde a declarar uma emergência devido à falta de recursos humanos e materiais para atender o aumento de pessoas doentes, advertindo que são obrigados a fechar ou limitar seus serviços.


A cidade de Cochabamba, com pouco mais de 600 mil habitantes, registra casos de pessoas morrendo nas ruas e famílias tendo que esperar dias para poder enterrar ou cremar os mortos por Covid-19 devido à superlotação do cemitério, com protestos sociais exigindo soluções.



Cochabamba e Santa Cruz têm cemitérios onde são escavadas covas de emergência, tal como aconteceu em outras cidades bolivianas, como a cidade amazônica de Trinidad, quando houve surtos da doença.


A Bolívia tem um estado de emergência sanitária declarado desde o final de março, com uma quarentena que foi relaxada e endurecida novamente em fases, de acordo com um mapa de risco do novo coronavírus por regiões e municípios do país, que foi estendido a todo o mês de julho.



Read more

A lire aussi

Laisser un commentaire