Casal que apontou armas para manifestantes é acusado nos EUA – Notícias


O caso aconteceu quando um protesto pacífico que seguia em direção a casa da prefeita de Saint Louis, no Missouri, passou perto da mansão do casal


O casal de advogados que ameaçou manifestantes em Saint Louis empunhando armas responderá criminalmente pelo ato. Mark e Patricia McCloskey enfrentarão a acusação de uso ilegal de armas. Os protestos contra o racismo ocorrem com muita força desde a morte de George Floyd, no mês passado, durante uma abordagem policial em Minneapolis.


O casal foi acusado pela procuradora Kimberly M. Gardner pelas ameaças proferidas contra manifestantes desarmados no dia 28 de junho, em um bairro de classe alta, na cidade de Saint Louis. Para Kimberly, a conduta dos advogados é « inaceitável ».


« É ilegal usar armas de maneira ameaçadora para aqueles que participam de protestos não-violentos e, embora tenhamos sorte de que essa situação não tenha se transformado em algo mortal », afirmou a procuradora no twitter.


A procuradora recomendou ainda que o casal participe de um programa de reabilitação após o comportamento agressivo contra os manifestantes. « Devemos proteger o direito de protestar pacificamente, e qualquer tentativa de evitá-lo por meio de intimidação não será tolerada », ressaltou Kimberly.


A representante do Ministério Público da cidade afirmou ainda que o episódio envolvendo o casal não foi o único registrado naquele fim de semana. Um homem agrediu fisicamente um outro grupo de manifestantes pacíficos. Segundo a procuradora, ele também será acusado.



Read more

A lire aussi

Laisser un commentaire