Biden pede respeito aos votos e diz que não se declara vencedor – Notícias



O ex-vice-presidente dos EUA, Joe Biden, candidato do Partido Democrata na eleição presidencial do país, fez um pronunciamento em Wilmington, Delaware, onde fica seu comitê central de campanha, nesta quarta-feira (4) e pediu « respeito » às apurações e votos e disse que confia na vitória.


Acompanhe a apuração nos EUA no mapa interativo



Biden, no entanto, disse que o discurso que fazia não era para se declarar o vencedor no pleito contra o republicano Donald Trump. Ele afirmou que « as contagens indicam que estamos em boa posição em vários estados ».


« As margens em alguns desses estados já são maiores do que as que deram a vitória ao presidente Trump em 2016 », ressaltou ele. « Quero que todas as cédulas sejam contabilizadas e, se depois disso eu for o vencedor, vou me declarar vencedor. Todos os votos precisam ser contados ».


Votação recorde


Em seguida, o ex-vice-presidente comemorou a alta votação registrada em todo o país nessa eleição. « Devemos terminar com mais votos que qualquer outra chapa na história, mais de 70 milhões. Só três vezes na história uma chapa venceu um presidente no cargo, queremos ser a quarta », disse Biden, que estava acompanhado pela senadora Kamala Harris, candidata à vice-presidência.


O democrata também falou, que se for eleito, não usará o cargo de maneira partidária. « Não pode haver partidarismo no governo, farei o melhor por todos », prometeu ele. « Nós somos adversários nesta eleição, mas não somos inimigos ».



Read more

A lire aussi

Laisser un commentaire